You are currently browsing the tag archive for the ‘fotografia’ tag.

Em 20/01/17 fiz uma postagem falando sobre o trabalho desenvolvido por Alex Gimenes no resgate dos processos para produzir ambrotipias e ferrótipos e falhei ao não mencionar seu parceiro nessa empreitada, Renan Nakano, e, portanto, me penitencio.
Desde a postagem de janeiro, a pesquisa e o trabalho de Alex e Renan se desenvolveu com os erros e acertos que sempre acontecem quando se tenta resgatar a história e a técnica de um processo fotográfico que já não se pratica há mais de um século.
Porém se existir estudo, trabalho e, principalmente, a paciência e a humildade em reaprender a fazer e preservar a memória das técnicas fotográficas, os resultados não poderiam ser melhores.

Para acompanhar esse trabalho, siga aqui.

ambrotipo

amb2

amb3

Um spoiler para o segundo semestre!

Cianotipia. Fórmula tradicional.

De repente alguém vem e pergunta:

– Encontrei esse bloco no fundo de uma caixa. Te interessa?

Mais de 90 folhas 23,5 x 31 cm. Gramatura 200g. Textura fina e tonalidade creme bem claro. Fabricante desconhecido, mas de excelente qualidade. As marcas da passagem do tempo se limitam às bordas e nada mais.
Minha resposta é óbvia.
Agora é decidir qual o melhor tema e processo para aproveitar esse presente.

A propósito. A Via Calzaiuoli continua em Florença,  já Galotti e Parenti não se sabe mais deles.

 

Venha aprender a fazer o seu próprio papel fotográfico!

Dias 1º e 2 de julho no Lab Clube.

Papel fotográfico – Gelatina de cloreto de prata.


Em 12/09/2016 publiquei o post ORWO – ORiginal WOlfen,, falando sobre um filme 120, ORWO NP22, encontrado na Livraria Antiquária Quarup, de Juiz de Fora. Uma vez revelado, seguiu-se a busca por papel fotográfico para poder ampliar os negativos e ver quem eram as pessoas retratadas. O papel foi providenciado por um amigo, também de Juiz de Fora, e apesar de estar um pouco mal tratado pelo tempo, com marcas de deslocamento da cobertura de resina, acho que já dá para se iniciar uma busca.
Pelas roupas, sem dúvida, década de 1970.