You are currently browsing the monthly archive for abril 2018.

Le Daguerreotype foi a câmera projetada pelo próprio Daguerre, que licenciou sua produção a Alphonse Giroux, seu cunhado, a aos irmãos Susse.
As câmeras de Giroux são consideradas como sendo as primeiras câmeras produzidas em série, disponíveis tanto no mercado francês quanto exportadas.
Apesar de haverem sido projetadas especificamente para os daguerreótipos, também podem ser usadas para a execução de calotipias bastando, para tanto, uma pequena adaptação no chassis de exposição para manter o papel sensibilizado em posição.

Esta réplica foi feita por um amigo de Juiz de Fora, José Geraldo, que também faz chassis de exposição. Quem quiser mais informações é só fazer contato via facebook.

 

Anúncios

É ARTE! NÃO É ARTE!

NÃO É ARTE! É ARTE!

Desde seu início, o mesmo debate.
Periodicamente revisto em algum detalhe irrelevante, requentado e servido para garantir títulos acadêmicos e bolsas de estudo.

Midas, com suas orelhas de burro, se enche de dinheiro retratando os feios, os sujos e os tortos, enquanto a Bela Arte se retira da cena.

Die Kunst der Zukunft – A Arte do Futuro, 1859. Artista desconhecido. Litografia. Museu Ludwig Köln/Agfa Foto- Historama, Alemanha.

Anúncios