You are currently browsing the monthly archive for agosto 2015.

Hora de deixar um pouco de lado o azul das cianotipias para dar um pouco mais de atenção aos castanhos das impressões feitas pelo processo do papel salgado.

“SENTINELA”
Papel Canson Aquarela 300g

Preparo do papel: solução salina (NaCl) a 2%, mais 2g de gelatina para cada 30ml de água.

Aplicação sobre o papel: pincel              Tempo de secagem: 12 horas

Solução de AgNO3: 10%       Tempo de exposição: 15 minutos          Índice UV: 5 (moderado)

Lavagem inicial: 5 minutos em água

Fixação: Tiossulfato de sódio (hipossulfito) a 20% por  6 minutos

Lavagem final: 10 minutos em água.

DSCF6872

Anúncios

Depois de muito papel jogado fora, falta de fixador e problemas com pesos e medidas, finalmente saiu!

DSCF6868

Agora, algumas observações:
1) Não tem balança para pesar o cloreto de sódio?

_Na próxima vez que for a um buffet a kilo encha os bolsos com aqueles sachês de sal, um grama cada um.

2) Quanto de gelatina?

_Uma colher de café, rasa, para cada 30 ml de água

3) Apesar de quase toda literatura indicar que a solução de nitrato de prata deve ser a 12%, pode usar a 10%. Menos do que isso não funciona.

4) Por último. Uma informação que normalmente não é divulgada com frequência.

_ É possível fazer uma viragem, limitada, sem a utilização de qualquer banho químico bastando somente um ferro de passar roupa. Segundo o que informa James Reilly, no seu livro The Albumen & Salted Paper Book: The history and practice of photographic printing, 1840-1895, o próprio Talbot fazia isso em sua cópias. (Vai estudar, animal!) A temperatura deve ser fixada no máximo e o andamento da viragem checado visualmente.

 

À esquerda a impressão antes da aplicação do calor.

                              À esquerda a impressão antes da aplicação do calor.

FERRIC & HELIOGRAPHIC PROCESSES. 

Livrinho despretensioso, mas cheio de informações para quem se der ao trabalho de ler com atenção. Escrito por George E. Brown e publicado no ano de 1900. Disponibilizado pela biblioteca da Universidade de Cornell, EUA.
Um prato cheio para a turma da cianotipia!

 

 

cu31924003852104_0000

No Memorial da Justiça Federal do Rio Grande do Sul, o evento  “Patrimônio Cultural – O Espaço e a Memória que Nos Cercam e Nos Definem.”

Minha participação com a mostra  “O QUE VAI DESAPARECENDO”. Um registro de alguns imóveis construídos no início de século passado e que se encontram em estado de abandono ou sem qualquer preservação e que, em pouco tempo podem deixar de existir, e deixar a cidade sem parte de sua memória e de sua história.

Cianotipias feitas a partir de negativos de papel encerado.

Cada imagem, com dimensões A4,  tem uma tiragem de quatro exemplares em “édition variée”

jusfed1cianweb

jusfed6cianweb

jusfed7cianweb

jusfed2cianweb

jusfed3cianweb

jusfed4cianweb

jusfed5cianweb

jusfed8cianweb

 

unnamed