Continuando a garimpar fotógrafos e artistas que têm envolvimento com os processos históricos e alternativos de impressão fotográfica, encontrei ( ou melhor, fui encontrado ) pelo Díptico .
Em Brasília,  Rafael Lobo e Bernardo Costa aliam desenhos e impressões feitas com a técnica do papel salgado.
Duas formas de ver a mesmo objeto, no caso o corpo humano, perfeitamente sincronizadas e cada uma guardando suas características próprias.
O uso criativo e pessoal dos processos históricos e alternativos da fotografia só tem como limite a própria imaginação de seus praticantes.

tumblr_n3ibf2O9aD1si7ljro1_1280

tumblr_my20frJadw1si7ljro1_1280

tumblr_mtr0u3Kz5D1si7ljro1_1280