Os negativos feitos em papel não eram estranhos nos primeiros tempos da fotografia. Pelo contrário, até a utilização do vidro, os primeiros negativos eram de papel.

Isso pode ser uma vantagem se pensarmos em redução de custos, porém há que se ter o cuidado na escolha da imagem que será utilizada pois SEMPRE haverá perda no detalhamento e nitidez.

A imagem abaixo foi feita a partir de um negativo em papel Sulfite não encerado. A exposição foi de 6 minutos com luz do sol direta. índice UV 12 ( extremo). O resultado não foi completamente satisfatório ( um pouco subexposto). Novo teste com mais tempo de exposição será postado em breve.

DSCF9421 (2)