O efeito da luz sobre qualquer material fotossensível é aditivo, ou seja, quanto maior for o tempo de exposição maior e mais intensa será a reação fotoquímica resultando em uma superexposição. Em resumo: vai ficar tudo preto.

Daí a necessidade do fixador que age como interruptor e estabilizador da imagem, retirando ou neutralizando todo e qualquer reagente ainda não reduzido pela ação da luz.

Com a lumen print isso não é diferente, porém a ação do fixador rebaixa a imagem fazendo com que ela perca muito da intensidade e impacto iniciais.

Lumen Print não fixada ( Fotografia sem ajustes)

 

A mesma impressão depois de 5 minutos em banho fixador (tiossulfato de sódio a 5%).

 

A lumen print apresenta um número de variáveis muito grande, sendo que algumas são absolutamente incontroláveis tais como: o grau de umidade e temperatura de cada folha utilizada e como isso influenciou a emulsão; se o papel estiver vencido, como isso vai afetar cada uma das folhas ( sem esquecer da umidade  e temperatura); se o papel for novo;etc., etc..

Cabe escolher qual caminho a ser seguido. Imprimir e logo depois fotografar ou escanear, ou então seguir com o processo de fixação e ter uma lumen tradicional.